Search here...
TOP
Destinos Dicas Europa Itália Roma Vaticano

Dicas para visitar o Vaticano: O segredo dos guias de turismo para evitar filas e multidões

roteiro de 2 dias em Roma
Tempo de leitura: 8 minutos

Dicas para visitar o Vaticano: Veja qual é o grande segredo dos guias de turismo para evitar filas na basílica de São pedro

Que o Vaticano fica em Roma, que é lá que você encontra o papa e que é o menor país do mundo, todo mundo já sabe. O que muita gente não sabe é como fazer para visitar esse pequeno país sem se aborrecer por horas e horas em filas chatas. Mas, quem entende disso muito bem são os guias de turismo. Afinal, eles são profissionais e tem muitas dicas de como visitar o Vaticano sem enfrentar horas e horas de fila.

Mas, ainda assim eu preciso ser sincera; A verdade meu caro leitor é que não tem jeito. O Vaticano é um dos lugares mais visitados do mundo, por isso filas serão sempre comuns. Mas não se desespere, porque eu tenho muitas dicas que podem te ajudar e, MUITO, a evita-las. Assim você perde bem menos tempo e se cansa bem menos também.

Outra verdade é que algumas dicas que darei aqui, são até conhecidas por muitas pessoas. Mas tem uma que poucas pessoas conhecem. E eu também não conhecia essa dica antes de ir. Eu acabei descobrindo ela sem querer. E depois conversando com algumas pessoas, e lendo sobre o assunto, acabei descobrindo que essa dica é tipo um “segredo” dos guias de turismo de Roma. Mas, apesar disso, algumas pessoas usam essas dicas sem se dar conta disso. E foi isso que aconteceu comigo. Eu e meu namorado tivemos foi é muita sorte por descobrir isso.

Mas agora, você caro leitor, já vai fazer a sua viagem  tendo conhecimento dessa dica. E já adianto que esse “segredo” tem relação com a maior obra de arte de Michelangelo: A capela Sistina.

Quer economizar em Roma? Então não deixe de ler Como economizar em Roma: Dicas infalíveis para poupar dinheiro

www tudo sobre viagens museu do vaticano vaticano Easy Resize.com  - Dicas para visitar o Vaticano: O segredo dos guias de turismo para evitar filas e multidões - vaticano, roma, italia, europa, dicas-de-viagens, destinos-de-viagem

 

Uma breve história do Vaticano

Antes de começar a falar sobre as principais dicas para vistar o Vaticano, que tal começarmos aprendendo um pouco sobre sua história ?

A região onde hoje é o Vaticano tem uma história mais antiga do que a fundação da cidade estado, em 1929.

Império Romano

 A região onde hoje é o Vaticano começou a ser ocupada no século I D.C,  quando Agripina, mãe do imperador Calígula, construiu na região, um grande jardim. Na época esta região era conhecida como Ager Vaticanus, em homenagem ao deus estrusco Vaticanus.

Mais tarde, em  40 D.C, o imperador Calígula iniciou na região a construção de um circo, que acabou ficando conhecido como o circo de Nero, pois foi ele quem terminou as obras do  circo. O circo de Nero ficava no lugar onde hoje é a praça  São Pedro, o lugar onde milhares de cristãos foram mortos, entre eles o próprio  Apóstolo Pedro que teria sido crucificado de cabeça para baixo.

Em 326, foi construída a primeira igreja cristã a  Basílica de Constantino, no fórum romano. Dizem que foi no lugar onde a basílica foi construída que São Pedro foi enterrado.

Os únicos monumentos que ainda vemos hoje no Vaticano que datam do império romano é a Necrópole que fica embaixo da basílica de São Pedro,o obelisco que fica na praça São Pedro, trazido do Egito por Calígula.

Outro lugar que remonta ao império romano é o castelo Sant ‘Angelo que foi construído pelo imperador Adriano.

image - Dicas para visitar o Vaticano: O segredo dos guias de turismo para evitar filas e multidões - vaticano, roma, italia, europa, dicas-de-viagens, destinos-de-viagem
Circo de Nero

Século XX

Antes do Vaticano nascer o poder da igreja e do papa era exercido através dos Estados Pontifícios. Durante mil anos, desde a época de Carlos Magno os papas governavam quase toda a península itálica, incluindo Roma e o sul da França. Isto aconteceu porque as terras italianas foram doadas a igreja em 754 pelo rei Pepino, O breve.(Pepino? Isso lá é nome de gente,rs?). Enfim, este rei Franco deu ao então Papa Estevão II o ducado de Roma e várias outras regiões.

Durante a unificação Italiana estes estados desaparecem e desde então iniciou-se a Questão Romana, uma disputa entre o governo italiano e o Papa que não permitia que Roma fizesse parte do então recente governo unificado. Afinal a igreja controlou grande parte da Itália por séculos e não queria abrir mão do seu poder para o Estado, simples assim né meu povo.  

Aliás esta treta entre igreja e estado durou anos, de 1861 a 1929 quando em 1929, Benito Mussolini e o Papa Pio X assinam o tratado de Latrão. Este tratado reconhece a soberania da igreja no Vaticano e também o transforma em um estado soberano. Ponto para a igreja,  fim dessa treta histórica e o nascimento de um dos lugares mais visitados do mundo.

www tudo sobre viagens basilica de sao pedro roma italia 2  Easy Resize.com  - Dicas para visitar o Vaticano: O segredo dos guias de turismo para evitar filas e multidões - vaticano, roma, italia, europa, dicas-de-viagens, destinos-de-viagem

  As 6 principais dicas para visitar os Vaticano 

1)Evite ir no verão e no final do ano

Apesar do Vaticano ser cheio durante todo o ano, essas duas épocas são as piores. O verão Europeu vai do fim de Junho ao final de Setembro. Sendo Julho e Agosto os meses mais cheios devido a alta temporada já que é o período de ferias escolares, não só dos europeus, mas também de americanos.

Alias escolher o período certo para visitar Roma faz muita diferença na sua viagem.

Já o inverno e o Outono costumam ser baixa temporada em toda a Europa. Por isso, é comum encontrar a cidade mais vazia e consequentemente com menos filas. Mas no  dia 24 e 25 de Dezembro até o dia 6 de Janeiro, apesar de ser inverno, devido ao natal e ao dia de reis, o Vaticano fica sempre lotado. Por isso, se você não tiver interesse em conhecer a cidade em algumas dessas datas, procure evitar ir nessa época.

Essas épocas além de mais cheias também costumam ser as mais caras. Os preços das hospedagens, passagens aéreas e até mesmo nas agências de turismo, costumam aumentar consideravelmente.

www tudo sobre viagens basilica de sao pedro2 roma italia 2  Easy Resize.com  - Dicas para visitar o Vaticano: O segredo dos guias de turismo para evitar filas e multidões - vaticano, roma, italia, europa, dicas-de-viagens, destinos-de-viagem
Jardins do Vaticano

2) Vá em dias específicos

Escolher o dia certo é uma das dicas para visitar o Vaticano que mais fará a diferença na sua viagem.

Dependendo dos seus objetivos alguns itens devem ser levados em consideração aqui. Se a sua intenção for ver o Papa, saiba que ele aparece na praça São Pedro todas as quartas feiras.Com exceção do mês de JULHO,  quando ele faz uma pausa em suas audiências.  Então, esse é o único mês do ano, onde é tranquilo de se visitar a cidade as quartas feiras. 

Mas ATENÇÃO ! Nas quartas feiras em que há audiência do papa a Basílica de São Pedro fica fechada até o fim da audiência. Geralmente das 12:00 ás 13:00 horas.

Agora se você não tem interesse em ver o Papa, os melhores dias para se visitar são as terças e quintas feiras. Pois esses dias costumam ser os dias da semana mais vazios.

Sábado também é um dia que deve ser evitado. Pois geralmente é o dia em que vários católicos vindos de outras regiões da Itália e da Europa vem visitar o Vaticano.

Já no Domingo o Museu do Vaticano não abre. Exceto é claro no último domingo de cada mês. Nesses dias a entrada para o museu é de graça. Apesar de ser uma excelente forma de economizar, nesses domingos a cidade também costuma estar ainda mais lotada de turistas.

www tudo sobre viagens basilica de sao pedro3 roma italia 2  Easy Resize.com  - Dicas para visitar o Vaticano: O segredo dos guias de turismo para evitar filas e multidões - vaticano, roma, italia, europa, dicas-de-viagens, destinos-de-viagem

3)Vá em horas específicas

Junto com saber escolher o dia, outra das principais dicas para visitar o Vaticano é também saber escolher o horário.

A parte da manhã é o horário em que a maioria dos grupos de turismo visitam o Vaticano. Além disso, muitas pessoas também preferem ir a essa hora. Assim, essa é a hora em que o museu está mais lotado. Por isso, se quiser encontrar menos multidões e uma fila menor prefira ir na parte da tarde. Principalmente entre 12:00 e 13:00, pois nessa hora grande parte das pessoas está almoçando.

Mas, o que algumas pessoas não sabem é que todas as sextas, do mês de Abril ao mês de Outubro você pode visitar o museu do Vaticano a noite. Geralmente os museus fecham as 18:00 horas durante toda a semana. Mas nas sextas ferias, durante esse período eles  reabrem ás 19:00 horas e fecham ás 23:00 horas.

Ou seja, para quem deseja apreciar a capela Sistina com pouca gente, sem gastar uma fortuna para isso (falarei disso mais a frente), esse é um dos melhores horários. PoR isso chegue entre 20:00 e 20:30 horas,  pois provavelmente você estará na capela, por volta de umas 22:00 ou 22:30 horas. E nessa hora não tem quase ninguém lá, pois a maioria dos turistas já foram embora.

Fazer essa visita a noite é uma excelente opção para quem quer evitar multidões e filas, já que nesse horário o museu é bem mais vazio. E o melhor é que o ingresso para visitar o museu a noite custa o mesmo preço  da visita de manhã, 17 euros para adultos e 8 euros para crianças.

Você pode realizar essa visita noturna tanto por contra própria quanto contratando tours que também realizam a visita a essa hora.

Mas ATENÇÃO! É apenas o museu do Vaticano que tem essa visita noturna. A Basílica de São Pedro sempre fechas as 18:30 durante o inverno e as 19:00 horas no resto do ano.

www tudo sobre viagens basilica de sao pedro roma4 italia 2  Easy Resize.com  - Dicas para visitar o Vaticano: O segredo dos guias de turismo para evitar filas e multidões - vaticano, roma, italia, europa, dicas-de-viagens, destinos-de-viagem
Escadas do museu do Vaticano

4)Compre os ingressos pela internet com antecedência

Mais uma excelente dica para evitar perder tempo em filas enormes. Comprando pela internet você evita  filas para comprar o ingresso na hora. Assim você já pode chegar direto na entrada do museu. Você terá que enfrentar uma fila apenas para entrar no museu. Essa fila é bem menor e mais rápida.

Outra maneira de evitar filas também é se você contratar uma agência de turismo. Geralmente os grupos de turismo não necessitam passar pela fila para comprar ingressos, apenas pela fila para entrar no museu.

5) A grande dica dos guias para visitar o Vaticano

Certamente que os guias de turismo tem milhares de dicas para visitar o vaticano guardadas a 7 chaves. Mas, está eu acabei descobrindo por um acaso.

Visite primeiro o museu do Vaticano e depois vá para a Basílica de São Pedro. Essa opção é a melhor por dois motivos. O primeiro deles é porque a visita ao museu do Vaticano é mais cansativa e demorada do que a visita a Basílica de São Pedro. Por isso, é melhor que você visite antes o museu para que possa fazer tudo com mais calma e sem pressa. Geralmente, a visita as duas atrações duram em torno de 3 horas.

O segundo motivo é que é a grande cereja do bolo. Na capela Sistina existe uma passagem secreta que você vai parar direto dentro da Basílica de São Pedro!Sim pessoal! É claro que não é uma passagem secreta conhecida só pelo papa e que esconde o verdadeiro segredo do Graal, rs. Mas, é uma passagem  que é mais conhecida e usada por guias de turismo. Eles a usam para guiar seus grupos de turistas. Mas, a maioria dos turistas que visita o museu por conta própria nem sabe da existência dessa passagem. Alguns, como foi o meu caso, acabam passando por ela sem querer.

Já  o contrário não acontece, ou seja, se você visitar a Basílica primeiro você terá que sair dela, atravessar a praça São Pedro e enfrentar novamente uma outra  fila para entrar no museu. Por isso, é mais prático e rápido começar a visita pelo museu do Vaticano.

www tudo sobre viagens basilica de sao pedro roma5 italia 2  Easy Resize.com  - Dicas para visitar o Vaticano: O segredo dos guias de turismo para evitar filas e multidões - vaticano, roma, italia, europa, dicas-de-viagens, destinos-de-viagem
Capela Sistina

Essa passagem não é muito divulgada justamente porque ela é mais utilizada pelas agências de turismo. Assim só os guias de turismo tem total conhecimento dela e sempre a utilizam. Por isso é mais comum você ver grandes grupos de turistas atravessando esse corredor.

Eu não vi nenhuma placa avisando que essa passagem era exclusiva para guias, e não tive nenhum problema com guardas ao passar. Também não tive noticia de ninguém que tenha tido algum tipo de problema com isso.

Como achar  essa “passagem secreta”

Depois de ter visto a Capela Sistina você passará por uma especie de antessala antes de sair do prédio (saída a esquerda). Se você sair por esse lado você terá que caminhar ao redor do museu e voltar para praça São Pedro para chegar até a Basílica. Essa caminhada dura uns 20 minutos e você terá que enfrentar outra fila grande para entrar na Basílica já que novamente, terá que passar pelo controle de segurança.

Agora se você quiser evitar ter que enfrentar mais uma fila, saia pela saída da direita da antessala da capela sistina. Essa saída a direita é a tal “passagem secreta”. Você caminha por um corredor grande e já sai dentro da Basílica. A caminhada dura uns 10 minutos e você não precisa enfrentar outra fila enorme. Assim você  economiza MUITO tempo.

 OBS: A capela Sistina é a principal e a última atração do museu do Vaticano. Para chegar até ela você obrigatoriamente terá que percorrer o museu inteiro. Por isso, não se preocupe. A essa altura você já terá visto todo o museu do vaticano.

6) A melhor dica para visitar o Vaticano é contratar um tour privado

A capela sistina é a principal atração do museu do Vaticano. Apesar de haver outras coisas interessantes para se ver no museu, a grande obra de Michelangelo é a grande protagonista da visita. Mas sinto informar que mal dá para aprecia- la com calma. Pois sempre tem uma quantidade enorme de pessoas competindo com você.

Mas existe um tour que é feito exclusivamente pela Viator, que você pode ver a capela Sistina quase sozinho. Esse tour é privado e para apenas um grupo de 15 pessoas. Esse tour dura 3 horas e você tem acesso a várias salas secretas do Vaticano que maioria dos turistas não têm acesso a essas salas.

O valor é claro é uma facada, 438 dólares!! Mas sinceramente, se eu tivesse dinheiro eu faria esse tour. Deve ser incrível ter acesso a essas salas secretas e poder apreciar com calma uma das maiores obras de arte do mundo.

www tudo sobre viagens rio tibre2 vaticano roma france Easy Resize.com  - Dicas para visitar o Vaticano: O segredo dos guias de turismo para evitar filas e multidões - vaticano, roma, italia, europa, dicas-de-viagens, destinos-de-viagem

Então pessoal, essas são as principais dicas para visitar o Vaticano e evitar filas enormes. Mas, ainda assim pode acontecer de pegar algumas filas. Não se esqueça que o Vaticano é um dos lugares mais visitados do mundo, por isso multidões são absolutamente normais em qualquer época.

Um abraço pessoal

printfriendly pdf button - Dicas para visitar o Vaticano: O segredo dos guias de turismo para evitar filas e multidões - vaticano, roma, italia, europa, dicas-de-viagens, destinos-de-viagem
TudoSobreViagens

Anna Karina Faria Pires

Carioca de 29 anos, bacharel em direito, amante de viagens, aventureira, com o sonho de conhecer o mundo!

«

»